sexta-feira, 6 de junho de 2008

Formação do Arquipélago Nipônico



Considera-se que, em tempos remotíssimos, o Japão era ligado geologicamente ao continente asiático. O atual mar do Japão, segundo alguns geologos, era um lago e o clima do território, bem quente. Chovia em abundância e havia densas florestas habitadas por rinocerontes, elefantes, tigres e muitos outros animais tropicais, de tamanho maior que os exemplares da fauna atual.
No tempo da convulsão telúrica, o continente asiático também sofreu grande transformação; uma enorme parte da terra afundou-se e o lago ali existente tornou-se o mar que hoje separa o território nipônico do continente asiático. Com a chegada da era glacil, o Japão foi também coberto por grossas camadas de gelo. Tempos depois, surgiram vulcõe em constantes explosões acompanhadas de chuvas torrenciais, o que, aos poucos provocou o desaparecimento dos animais gigantescos. Em seu lugar, mais tarde, apareceu o homem.
Estes fatos aconteceram há milhares e milhares de ano, semdo portanto, impossível determinar com exatidão a sequencia dos acontecimentos, mas, dia a dia os estudos geológicos e arqueológicos estão esclarecendo muitos aspectos daquele passado remoto.

Nenhum comentário: